Zona Sul de São Paulo registra maior índice de vendas de unidades comerciais

1
Perspectiva do Helbor Lead Offices Faria Lima. Clique e conheça o empreendimento.
Capital paulistana recebeu 123 empreendimentos no último triênio
 
A Zona Sul é a região de São Paulo com maior número de unidades comerciais vendidas durante o último triênio, de acordo com o estudo realizado pela área de Inteligência de Mercado da Lopes. Desde novembro de 2009, a região sul da cidade respondeu por 8,79 mil unidades comercializadas de um universo de quase 20 mil unidades comerciais lançadas. A Zona Norte vem em seguida com 4,98 mil unidades vendidas.  
Acompanhando o movimento do mercado residencial das regiões, as salas comerciais ganharam destaque no mercado imobiliário. No último triênio, São Paulo recebeu 123 empreendimentos comerciais, que englobam as quase 20 mil unidades, totalizando um VGV de R$ 9,1 bilhões. O bairro sozinho que mais se destacou em número de lançamentos foi a Vila Leopoldina, na Zona Oeste da Cidade, que recebeu 1539 novas unidades, seguida de Santana (1352 unidades), Barra Funda (1304 unidades) e Chácara Santo Antônio (1236 unidades). O estudo inclui todo o mercado de lançamentos de empreendimentos comerciais da cidade, exceto lajes corporativas.

 

Outras regiões também foram destaque no estudo em relação ao número de unidades lançadas: Pinheiros (1.175), Brooklin (977), Vila Olímpia (772), Mooca (731), Ipiranga (668) e Santo Amaro (617). 

 

A pesquisa também identificou as principais topologias mais procuradas. Do total, 48% dos conjuntos comerciais possuem até 39 m², 37% de 40 a 49 m², 13% de 50 a 89 m² e, apenas, 2% têm mais de 90 m² de área privativa. 

 

“Hoje, grande parte dos conjuntos comerciais são comercializados para investimento ou uso próprio. Percebemos pela metragem um aumento no número de empreendimentos com plantas mais racionais e inteligentes o que tem chamado cada vez mais a atenção dos investidores. As novas tecnologias e edifícios inteligentes, além de agregar valor ao imóvel, levam qualidade de vida e comodidade ao trabalho e facilitam o interesse do público final.”, explica Cristiane Crisci, Diretora da área de Inteligência de Mercado e CRM da Lopes.

 

Quanto ao preço de metro quadrado, os valores medianos variam de R$ 8.000/m² nas zonas Leste e Norte a R$ 11.000/m² a R$ 13.000/m² nas zonas Oeste, Sul e Central da cidade. 




Compartilhe:

Sobre o Autor