Mercado Imobiliário

Apartamentos no entorno de universidades paulistas representam 90% das ofertas

A nova realidade de estudantes morando sozinhos ou dividindo a residência com colegas está exercendo impacto sobre o mercado imobiliário em São Paulo. Segundo pesquisa do Viva Real, a oferta de imóveis nas redondezas de seis instituições de ensino chega a quase 9 mil unidades residenciais, em sua maioria apartamentos.

apartamentos

Para tal estudo foram selecionados os campi conhecidos por atrair alunos de fora da cidade, criando uma demanda específica de locação de imóveis na proximidade. Os bairros considerados estão no raio de 1km da USP (Butantã), Mackenzie (Consolação), Unifesp (Vila Clementino), PUC (Perdizes), ESPM (Vila Mariana) e FGV (Bela Vista).

Os imóveis disponíveis nessas regiões são apartamentos, principalmente na região central da cidade, justificado pela verticalização dos bairros. Em regiões como o Butantã, entretanto, as casam têm expressividade, representando 23% do total.

Universitários preferem a locação principalmente pela possibilidade de dividir os custos com outros colegas. A variação na oferta de apartamentos de acordo com o número de dormitórios apresenta 38% dos imóveis com 3 dormitórios, 27% com 2, 24 com 1 e 11% com 4 dormitórios. O preço para o estudante que se interessa em morar próximo à faculdade varia entre R$ 1 mil e R$ 2,5 mil.

Comparando o valor médio dos aluguéis nos bairros, a Bela Vista, Consolação e Vila Mariana são os mais valorizados, enquanto o Butantã se destaca com o valor mais baixo em todas as tipologias de imóveis.

Fonte: Zap Imóveis

 

+ 5 razões para morar em um studio

+ Lopes é campeã do Top Imobiliário pela 25ª vez consecutiva

+ Mulheres campeãs no mercado imobiliário

 

You may also like...