Empreendedorismo imobiliário: principal conceito diante da crise

0

Em plena crise, o empreendedorismo fica tão comprometido quanto qualquer tipo de negócio já consolidado. Isso em razão de que custos são cortados e novos investimentos acabam muito, mas muito limitados.

A atmosfera não tão otimista contribui para essa retirada de novos capitais, que podem dar origem a empresas e novas ideias. Porém, alguns mercados considerados mais essenciais – a despeito de qualquer crise que exista no Brasil, por exemplo, que acaba angariando uma crise política e econômica – acabam se fortalecendo diante de um cenário até desanimador. O que pode desfavorecer alguns, traz mais prospecção para outros.

Entre tantas dicas de empreendedorismo para começar seu negócio, um setor que ganha destaque nesses tempos de crise é o imobiliário. Segundo um levantamento da DMI-VivaReal, no mês de maio de 2017 houve uma queda de 9,3% no preço médio do m² para aluguel residencial no Brasil. O valor do m² residencial para venda também apresentou uma queda, porém menos significativa. Os valores são ajustados pelo índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M). Porém, o que isso quer dizer na prática?

Quer dizer que há a oportunidade de garantir, neste momento, um capital interessante em imóveis (sejam de aluguel ou para venda), para girar a curto, médio e longo prazo.

Se o sonho do brasileiro inclui a casa própria até os dias de hoje, empreender nesse campo pode ser unir o útil ao agradável. E as Dicas de Empreendedorismo, nesse quesito, vão muito além do básico “aluguel-venda”.

 

Um mundo online à disposição

O empreendedor enxerga na redução de valores do mercado imobiliário mais do que uma oportunidade rápida de negócios: ele deverá ver um modo de consolidar seu negócio, seja abrindo uma imobiliária, sendo um corretor autônomo ou até mesmo trabalhando com aluguel de propriedades suas, particulares.

Se ele consegue uma redução no preço de um imóvel, em decorrência do jeito que se encontra o mercado, em seguida ele consegue fazer uma compra mais acessível; e se ele alugar esse imóvel por um preço mais justo, alugará mais rápido e terá de volta seu investimento mais rápido. Assim, segue uma espécie de fluidez no mercado.

Mas os empreendedores estão espertos e sabem disso. Hoje, mais do que alugar uma casa para sua família morar, novas ideias estão surgindo a todo momento: hospedagens temporárias que são alugadas pela internet; novas formas e ferramentas de propagandas no setor imobiliário para garantir mais visibilidade; o uso das redes sociais para conseguir vender mais e melhor: todas essas alternativas podem florescer o negócio do empreendedor que decide se jogar no mundo imobiliário.

 

Veja também:

Saiba como vender um imóvel rápido!

Localização x preço: 5 bons motivos para apostar nos apartamentos compactos

Fundos imobiliários, investindo em empreendimentos

 





Compartilhe:

Sobre o Autor

Comentários não são permitidos.