Mercado Imobiliário

Imóveis para recém-casados: o que considerar na escolha?

Escolher o local ideal para chamar de lar pode ser uma tarefa bem difícil. Afinal de contas, são muitos os fatores que devem ser analisados. Quando se trata de imóveis para recém-casados, essa missão pode ficar ainda mais complexa.

Isso porque o imóvel deverá atender às necessidades de duas pessoas, que podem estar vivendo sob o mesmo teto pela primeira vez. Por isso, para evitar desentendimentos, os moradores devem saber o que avaliar antes de se mudarem.

Ficou curioso sobre o tema? Então, leia este artigo até final para aprender o que é importante na hora de escolher imóveis para recém-casados!

Imóveis para recém-casados: avalie o investimento

Essa questão precisa ser pensada com cuidado, pois o valor do investimento pode ajudar o jovem casal a escolher o bairro ou o tamanho do imóvel, por exemplo.

É comum que algumas pessoas se empolguem visitando casas e apartamentos e acabem investindo em bens muito caros. Isso pode ser um problema para aqueles que estão começando uma vida a dois.

Converse com o seu parceiro ou a sua parceira, de modo que vocês reflitam sobre o momento de suas carreiras e seus objetivos futuros. Assim, vocês chegarão a um valor ideal a ser investido na compra de um imóvel.

Analise a localização

Você gosta do bairro? Ele oferece praticidade e conforto à sua vida? Você se imagina criando seus filhos nesse local? Essas são algumas perguntas que precisam ser respondidas de forma sincera.

Como se trata de um imóvel para recém-casados, é fundamental que ambos concordem com a localização. Portanto, evite omitir sua opinião.

Alguns critérios ajudam a escolher a localização, como:

  • proximidade com o local de estudo ou trabalho;
  • variedade e qualidade de linhas de transporte público;
  • segurança;
  • opções de compra;
  • custo de vida etc.

Considere a valorização

Comprar um imóvel é investir. Lembre-se de que o casal poderá vendê-lo para fazer um novo investimento, se assim quiserem. Por isso, converse com moradores antigos do bairro para entender se houve uma valorização dos imóveis da região.

Vale conversar com comerciantes locais, pedir a ajuda dos corretores, perguntar para os futuros vizinhos etc. Algumas áreas aguardam obras de infraestrutura ou investimentos privados. Fique atento, pois essas possibilidades valorizam muito o seu investimento.

Verifique as regras do condomínio

Algumas pessoas só descobrem que as regras do condomínio são um problema quando começam a receber as multas. Por isso, leia o regulamento e converse com o seu parceiro ou a sua parceira sobre o tema.

Mudar-se para um local que proíba animais, por exemplo, pode não ser um problema hoje, quando o casal não tem nenhum bichinho, mas será que vocês se sentirão sempre à vontade com essa proibição?

Entenda a vizinhança

Conviver pode ser um desafio. Por isso, antes de se mudar, não tenha medo de conversar com porteiros, zeladores e moradores para entender o perfil de quem vive ali. Tomar esse cuidado pode livrar um jovem casal de aborrecimentos com vizinhos.

Como vimos neste artigo, são muitos os pontos que devem ser pensados na hora de escolher os imóveis para recém-casados. Não negligencie esses cuidados, pois eles podem livrar a sua vida de aborrecimentos.

Gostou deste artigo sobre imóveis para recém-casados? Então, aproveite e curta nossa página no Facebook para não perder as próximas publicações!

 

Autor: Fernando Moreira Santos – Blog da CrediPronto

CrediPronto

A única empresa especializada em consultoria de financiamento imobiliário do país. Conheça todos os benefícios e veja o porquê de fazer o financiamento do seu imóvel com a CrediPronto.

You may also like...