5 dicas para economizar na decoração da casa nova

0

Decorar a casa nova nem sempre precisa ser sinônimo de gastos altíssimos. É possível equilibrar bom gosto e economia. De fato, as lojas oferecem inúmeras opções que vão de tapetes a luminárias e extrapolar o orçamento se torna uma tarefa muito fácil.

Mesmo assim, existem algumas dicas muito importantes que, se forem seguidas, podem tornar o processo da decoração um sucesso sem estourar o orçamento.

economizar na decoração da casa nova

1.  Planeje-se

Um bom planejamento nunca é demais. E ele é muito necessário também na hora de decorar a sua casa. Ter um bom controle financeiro, saber quanto você pode gastar e o que precisa comprar é essencial antes de dar qualquer passo.

Para montar o planejamento, faça uma lista com todos os itens que pretende comprar. Nessa hora a lista está liberada para colocar tudo o que gostaria. Tapetes, luminárias, mesas, vasos de planta, mantas, almofadas, entre outros.

Depois, faça uma pesquisa para mensurar os preços. Feito isso, você irá entender se toda aquela lista cabe no seu orçamento. Se a resposta for não, é hora de começar a estabelecer prioridades.

Pense no que é mais importante para você e para seu bem-estar. Deixe os desejos para um outro momento e priorize as necessidades reais. Com o orçamento definido e a lista em mãos, é hora de ir às compras.

2. Compre usado

Não necessariamente você precisa ir à uma loja e comprar tudo novo. Muitas pessoas trocam seus itens de decoração quando eles ainda estão em bom estado, o que se tornou uma grande oportunidade.

Esse movimento também tem tudo a ver com o consumo consciente e a vontade de valorizar peças com uma certa história. Já ouviu falar no termo vintage, certo? Experimente colocar em um ambiente peças novas e usadas. Essa vibe mais high-low tem conquistado adeptos do mundo todo e pode deixar sua casa ainda mais linda.

Objetos popularmente conhecidos como de “segunda mão” também podem gerar uma grande economia. A internet facilitou muito esse processo, que antes ficava nas mãos apenas das lojas conhecidas como “Topa Tudo”. Hoje, existem vários sites onde é possível encontrar pessoas que estejam se desfazendo de móveis ou outros itens de decoração.

Basta tomar cuidado com a procedência e buscar o máximo de informações possíveis sobre o produto. Como é uma negociação direto com o dono, o preço pode ser mais atraente e fica mais fácil negociar descontos.

Checklist de mudança: Tudo o que você precisa fazer antes de se mudar

3. Defina seu estilo

Como já citado, as opções na hora de decorar a casa são diversas. Com isso, novos estilos também foram surgindo. Uma lista extensa chega até a confundir a mente do comprador. Alguns exemplos são: estilo rústico, retrô, vintage, industrial, contemporâneo, oriental, tropical, provençal e inglês.

Você precisa saber com qual se identifica mais. Isso facilitará o processo de escolha dos móveis e demais itens, além de contribuir para que a sua decoração converse entre si.

Geralmente a decoração da casa reflete a personalidade dos donos, o que torna a experiência de decorar a casa do seu jeito ainda mais incrível e marcante.

Caso você tenha muitas dúvidas nesse momento, procure ajuda de um profissional da área, ele saberá te orientar sobre o estilo que mais combina com você. Ter isso em mente é fundamental para que você não compre um móvel e depois se arrependa. Já pensou gastar uma nota em um sofá que não tem nada a ver com a sala de estar dos seus sonhos? Além de gastar dinheiro, você também vai perder tempo.

4. Reaproveite

Já parou para pensar que alguns utensílios que você não usa mais podem ser muito úteis na hora de decorar sua casa? Você contribui para o meio ambiente, aproveitando o que ia para o lixo e ainda diminui seus gastos. Lâmpadas e potes de vidro podem se tornar vasos para plantas, por exemplo. A porta que você retirou da cozinha pode se tornar o tampo para uma escrivaninha bem cool. É nessa hora que entra a próxima dica que separamos para você.

5. Faça você mesmo (DIY)

Famoso no exterior, o DIY (Do It Yourself) chegou com tudo no Brasil. É possível encontrar vários blogs e sites que com dicas do famoso “faça você mesmo”.

Usar a criatividade para produzir seus itens de decoração em vez de comprá-los prontos, poderá baixar muito seus custos. O melhor de tudo nem é a economia. Quando você opta por produzir sua decoração, você poderá deixá-la do seu jeito, com a sua cara.

Além de ter o prazer de fazer parte do processo, receber um elogio de algo que você fez vai te dar muito mais orgulho do que se tivesse comprado tudo pronto. Dessa forma, a dica é reaproveitar alguns materiais e customizá-los da maneira que preferir.

Separe um tempo para criar e deixe as desculpas de falta de aptidão de lado. Na internet, você pode encontrar diversos tutoriais que irão te ajudar customizar sua decoração de maneira simples e barata.

Quando você se planeja e busca alternativas para decorar a casa nova sem extrapolar os gastos, é possível usar suas economias para conquistar outros objetivos.

Para quem está começando a separar uma graninha para a decoração, a dica é guardar o dinheiro em modalidades de investimento de ofereçam rentabilidades maiores que o rendimento da poupança. Assim, o sonho de ter a casa pronta do jeito que sempre sonhou pode ficar ainda mais próximo.

Apesar de ser uma fase muito boa de se viver, o momento de montar sua decoração precisa de atenção para evitar contrair dívidas e firmar compromissos que você não pode pagar. Seguindo estas dicas e ficando fiel ao planejamento, sua casa ficará linda e seu bolso agradecido.

 

Veja também:

Vai casar? Veja nossas dicas para poupar dinheiro

Possui um quarto sobrando? Alugar seu quarto pode ser uma alternativa de negócio

7 dicas para economizar na feira

 

 





Compartilhe:

Sobre o Autor

Comentários não são permitidos.