Vale a pena usar a poupança hoje para comprar um imóvel?

0

A poupança é uma das formas mais antigas e populares de se guardar dinheiro no Brasil. Criada durante o século XIX, essa forma de investimento foi elaborada para proteger o dinheiro das variações inflacionárias e garantir maior poder aquisitivo para seus usuários. Porém, a poupança hoje continua sendo um bom investimento na compra de um imóvel?

poupança

Adquirir uma casa ou apartamento, geralmente, exige um valor de entrada e a poupança pode ser uma forma de viabilizar esta quantia. Para entender mais sobre o funcionamento da poupança hoje e outras formas de investimento para a compra de um imóvel é que separamos o guia a seguir. Confira!

Como funciona a poupança?

Após 30 dias da aplicação do valor na poupança, inicia-se o cálculo de juros em cima do dinheiro investido. A rentabilidade gerada sob essa quantia está ligada à Selic (taxa básica de juros). Se o valor da Selic chega até o porcentual de 8,5% ao ano, o rendimento pode ser de 70% da Selic + TR (taxa referencial). Ultrapassando esses 8,5%, o rendimento será da TR + 0,5 ao mês.

Para investir, basta transferir o valor desejado para a instituição que você escolher, necessitando apenas apresentar RG, CPF, comprovante de renda e de endereço.

Quais são as vantagens de se aplicar na poupança hoje para comprar um imóvel?

O investimento em poupança hoje pode apresentar algumas vantagens para quem deseja adquirir uma casa. Confira as principais!

 

É fácil e flexível: como citado anteriormente, as únicas exigências para abrir uma conta poupança são documentos básicos, como RG, CPF e comprovantes de renda e residência. Não existe um valor mínimo para ser aplicado e nem perfil específico para poder se investir, sendo ideal para quem deseja começar a juntar dinheiro para uma casa.

 

Oferece baixo risco: cadernetas de poupança são consideradas seguras por oferecerem baixo risco de perda do valor. O prejuízo só ocorreria caso a instituição escolhida falice.

 

Você pode mexer no dinheiro quando quiser: ao contrário de outros fundos de investimento, você pode movimentar o dinheiro da poupança quando quiser. Ou seja: quando atingir o valor esperado para compra do imóvel você pode retirá-lo sem burocracia.

Existem outras formas de se investir em um imóvel?

Além da poupança, hoje em dia existem outras formas de se investir em um imóvel. O financiamento é, provavelmente, uma das mais populares no Brasil e consiste em dar um valor de entrada (que pode ser o já somado na poupança) e dividir o resto do valor em parcelas mensais.

 

Outra forma de se investir em um imóvel é o consórcio imobiliário, que se resume a um grupo de pessoas que se juntam para “se financiar”. Ao pagar a parcela mensal, todos os meses há um sorteio para contemplar um dos associados. Você pode saber mais sobre esse tipo de investimento aqui.

 

A poupança hoje continua sendo uma ótima maneira de fazer seu dinheiro render, oferecendo estrutura para quem tem o sonho de adquirir o próprio imóvel.

 

 





Compartilhe:

Sobre o Autor

Comentários não são permitidos.