Você sabe quanto ganha em média um corretor de imóveis?

0

A carreira de corretor de imóveis oferece grandes atrativos para quem está dando seus primeiros passos na área. Seja na intermediação de transações imobiliárias ou na captação de imóveis, fatores como a autonomia, a flexibilidade de horários e a possibilidade de bons ganhos aumentam sensivelmente o interesse pela profissão.

Mas afinal: quanto ganha um corretor de imóveis? As expectativas de ganhos elevados são mesmo justificáveis? Qual o caminho das pedras para alcançar o sucesso profissional?

Pensando em ajudá-lo a encontrar as respostas para essas e outras perguntas, preparamos este artigo especialmente para você. Confira!

Como se especializar para ser um corretor de imóveis?

Regulamentado desde 1962, o exercício da profissão de corretor de imóveis depende de formação específica, definida em lei para a obtenção do registro no Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI), obrigatório para a atuação na área.

Existem três possibilidades, de nível técnico ou superior:

  • Técnico em Transação Imobiliária: curso de duração média de um ano, nível técnico;
  • Tecnólogo em Gestão Imobiliária: curso de nível superior/tecnológico, com duração estimada em dois anos;
  • Bacharel em Ciências Imobiliárias: Graduação de Bacharel (nível superior), com duração aproximada de quatro anos.

Corretor de imóveis

Qual o perfil desejável do profissional?

Um bom corretor de imóveis, além de reunir os conhecimentos técnicos inerentes à profissão, deve ter um perfil que se destaque pela facilidade nos relacionamentos interpessoais. Uma comunicação clara e eficiente é uma qualidade essencial para o êxito do profissional, que deve ter aptidão para lidar com negociação e vendas.

Outras qualidades fundamentais para um corretor de imóveis que almeja por uma carreira de sucesso são a autoconfiança, a paciência e uma boa dose de perseverança, além da disposição para se manter em constante atualização, alinhado às novidades do setor.

Quanto ganha um corretor de imóveis?

Via de regra, mesmo nos casos em que o corretor de imóveis atua junto a uma imobiliária ou construtora, o profissional não possui uma renda fixa. Vale ressaltar a existência de um projeto de lei, em trâmite na Câmara dos Deputados, que visa estabelecer um piso salarial para os corretores de imóveis com jornada de 40 horas semanais.

A remuneração de um corretor de imóveis é baseada em suas comissões e varia, evidentemente, conforme o volume de negócios fechados. O site de empregos Catho estima uma média salarial de aproximadamente R$ 2.500 para um corretor de imóveis no Brasil.

Corretor de imóveis

Para os profissionais que atuam com a venda de imóveis, a comissão é fixada em 6% do valor, na maioria dos casos. Há percentuais específicos nos casos de locação e administração de imóveis. Os corretores que trabalham com imobiliárias dividem parte da comissão com a empresa. Em contrapartida, o volume de negócios tende a ser maior, o que potencializa os ganhos.

Com as informações prestadas e baseando-se nos valores dos imóveis de sua região, você pode ter uma ideia de quanto ganha um corretor de imóveis. Para conseguir melhores resultados, é importante trabalhar constantemente na construção de uma boa rede de contatos e ficar atento às tendências do mercado.

Este post foi útil para você? Então, não perca a oportunidade de disseminar o conhecimento, compartilhando essas informações nas suas redes sociais!

Faça uma simulação com a CrediPronto.

 

Leia também:

+ Entrevista com Ricardo Bezerra, diretor executivo e sócio da Lopes Immobilis

+ Afinal, acompanhar ou não as notícias do mercado imobiliário?

+ Ouvir o cliente: por que os corretores de imóveis precisam (re)aprender?





Compartilhe:

Sobre o Autor

A única empresa especializada em consultoria de financiamento imobiliário do país. Conheça todos os benefícios e veja o porquê de fazer o financiamento do seu imóvel com a CrediPronto.

Comentários não são permitidos.