Edifício Camargo Correa
Decoração e Paisagismo

Aprenda a iluminar os ambientes sem erro

Um ótimo projeto de design de interiores está aliado a um excelente plano de iluminação. Para iluminar corretamente os ambientes, o primeiro passo é fazer uma análise de suas funções, estilo das atividades que serão realizadas, objetos a serem destacados e clima desejado. Posteriormente, é preciso decidir o tipo de iluminação e, finalmente, escolher as lâmpadas e luminárias corretas.

Nos projetos é importante trabalhar a cenografia com sancas invertidas e iluminação pontuada com lâmpadas halógenas halospot, dicróicas e LEDS. A ideia é criar climas e atmosferas que proporcionem conforto visual aos moradores e visitantes. Por outro lado, é importante ficar atento quanto a escolha dos pontos de luz, alguns podem distorcer as tarefas e até incomodar.

Alguns tipos básicos de iluminação podem ajudar a escolher a melhor luminária para o seu projeto, confira:

Iluminação geral:

Trisul Santana

Define o espaço e torna-o visualmente confortável. Quando é direcionada, ilumina melhor os planos de trabalho (mesas, bancadas e balcões), tornando o uso da luz mais eficiente e mais econômica.

Iluminação indireta:

Edifício Camargo Correa
Foto: Celina Germer

A utilização de colunas, abajures ou arandelas proporciona conforto visual na medida em que clareia paredes e teto.

Iluminação de destaque:

Edifício Enseada das Orquídeas em Santos

Leva luz extra focalizada para objetos ou superfícies selecionados como quadros, estantes etc.

Iluminação de tarefas:

Iluminação de tarefas

Como o próprio nome diz, é usada em áreas onde se realiza algum tipo de trabalho (ler, escrever, cozinhar, lavar, jogar etc). A colocação da luminária requer alguns cuidados para que não produza sombras e nem atrapalhe a atividade. Para ler e escrever, por exemplo, utiliza-se, em geral, luz bem difusa e abundante, vinda por cima dos ombros ou pela lateral.

Cris Barbara

Cristina Barbara se formou designer de interiores nas conceituadas Panamericana e SENAC. Há 18 anos, uniu seu talento à responsabilidade administrativa de sua irmã Milena Purchio para investir no escritório Barbara & Purchio Interior Designer, onde atende a projetos residenciais, decorados, comerciais, mostras, vitrines e outros. Em seu portfólio, a designer paulistana conta com participações nas edições da Casa Cor de 2007 a 2010. Por dois anos consecutivos, 2008 e 2009, recebeu o prêmio TOP 100 da revista Kaza com o patrocínio da revista Decorar como uma das mais influentes profissionais do ano em São Paulo.

Você pode gostar de ler também...