Decoração e Paisagismo

Conheça as melhores alternativas de armários para uma cozinha compacta

Um dos maiores desafios do design contemporâneo é conseguir otimizar, ao máximo, os ambientes das casas. 

Imagine como isso pode ser ainda mais complicado quando se trata de armários de cozinha compacta, por exemplo. É claro que é justamente para isso que serve a experiência dos especialistas em  planejamento de interiores.

Confira todas as dicas e os exemplos apresentados e tire disso boas ideias para melhorar o visual desse cômodo tão importante da sua casa.

armários em cozinha compacta com nichos
Foto: Daniel Tesser Arquitetura

Como dividir os espaços de uma cozinha compacta?

Quando se tem pouco espaço dentro de casa devemos usar a nossa criatividade para conseguir otimizar as áreas ambientes tanto quanto possível. 

É quase como um jogo de malabarismo; se tentamos ganhar de um lado, podemos perder de outro. E a melhor resposta que se pode conseguir é: “Priorizar o que é mais importante para o funcionamento deste ambiente, o resto é lucro.”

Bem, e o que realmente não pode faltar em nenhuma cozinha residencial completa nos dias de hoje? Bem, um local climaticamente adequado para a armazenagem dos alimentos – no topo da lista, o refrigerador. 

Depois, uma pia para higienizar os alimentos e lavar a louça suja. E, por fim, aqueles aparelhos que nos ajudam a preparar as refeições quentes – o fogão e o micro-ondas –  mais os seus auxiliares – o forno e a coifa ou exaustor.

armários de cozinha planejados com eletrodomésticos embutidos
Foto: GF Projetos

Mas e se por sorte sobrar algum espaço? Bom, já neste caso, devemos tentar aproveitar cada cantinho vago para encaixar aquelas peças que possam agregar ainda mais função e beleza para este ambiente. 

Dentre elas estão os mais diferentes tipos de nichos de armários planejados com subdivisões variadas para acomodar utensílios de cozinha de todos os tamanhos e formas – é o caso dos gavetões de panelas.

Os especialistas em planejamento de ambientes sempre se  apegam à questão do “triângulo funcional” para descobrir a distância entre estes elementos. 

Este tal “triângulo” tem a ver justamente com os três equipamentos mais importantes para o funcionamento de qualquer cozinha –  pia, fogão e geladeira. Portanto, eles devem ser colocados em planta baixa distantes o suficiente para formar um desenho de circulação em formato de triângulo.

É claro que existem muitos outros modelos de cozinhas – como em fita, em L, com ilha e mais -, mas todos devem respeitar essa regra de distanciamento. 

Já o espaço vago entre estas peças – inclusive na vertical – deve ser preenchido com armários e outros equipamentos. Lembrando que, conforme recomendação dos especialistas, é melhor que o fogão tenha uma ventilação natural por perto e que jamais esteja localizado em rota de fuga.

dois exemplos de cozinhas com armários planejados
Foto: ACF Arquitetura
dois exemplos de cozinha compacta
Foto: Marel – Grupo Factory e Joana Adamy Fernandes

Dicas que ajudam a otimizar armários de cozinha compacta

Existem vários modelos diferentes de armários para cozinha à venda no mercado.  Certamente as peças que ganham mais destaque, frequentemente utilizadas em projetos de  casas, são aquelas fabricadas sob medida para o ambiente decorado. E justamente por serem sob medida, podem apresentar variações de medidas, subdivisões internas e acabamento externo.

Uma estratégia bastante utilizada pelos designers é compor ambientes por meio do agrupamento de nichos individuais diferentes. Assim, por exemplo, existem nichos especiais para embutir pia, fogão e geladeira. 

Contudo, também há muitos outros – abertos e fechados com portas –  que possuem outras funções.  Na lista, os nichos para despensa; os gaveteiros e prateleiras para panelas; os gaveteiros para talheres; entre outros.

Especialmente pensando em criar layouts diferentes, podemos utilizar os nichos de canto, em formato de L.  Também existem os nichos com duas frentes, para formação de ilhas. 

Os nichos mais estreitos –  como os garrafeiros – para o aproveitamento de todo o cantinho disponível; e os que ocultam lixeiras, porta toalha e porta-condimentos. Por fim, os nichos abertos usados para a personalização das decorações.

cozinha com nichos para aproveitar espaços
Foto: 3P Studio

Este último nicho que citamos, tipo armário individual e aberto, pode ser utilizado de diversas formas no design de cozinhas. Ele pode ser o acabamento final superior de um nicho para embutir freezer. 

Também pode ser o suporte do micro-ondas, forninho elétrico, livros de culinária, xícaras e jarras. Aliás, algumas pessoas até utilizam estes nichos para criar pequenos cantinhos verdes com vasos de ervas e temperos.

eletrodomésticos embutidos nos armários da cozinha
Foto: Milena Bomediano

Efeitos visuais que ajudam a ampliar cozinhas compactas

Existem alguns truques de decoração que possivelmente ajudariam a manipular, de forma positiva, a maneira com que percebemos os espaços que habitamos. 

Pode-se, por exemplo, fazer com que uma cozinha compacta pareça muito mais ampla e até mais bem iluminada.  E não tem nada a ver com mágica, mas com o bom e velho ‘planejamento de ambientes’.

Cozinhas compactas que são compostas por armários de mesma cor e textura, com muitos recortes e desníveis, tendem a parecer mais amplas. 

Para esses cômodos, sem dúvidas, é melhor a utilização de peças em cores neutras –  e quanto mais claras forem, mais o local parecerá amplo e limpo. Por sorte, já existem lindos móveis clean e minimalistas, com estas características, à venda nas lojas.

cores neutras e claras ajudam a ampliar cozinhas compactas
Foto: AH.SIM e Marcelo Rosset Arquitetura

Pensando na otimização de área de cozinha compacta, ajuda bastante também saber que estes armários apresentem puxadores embutidos ou recortados na própria marcenaria. 

Mas para que a decoração não fique muito monótona ou simples demais, podemos acrescentar, em um local outro, uma cor ou textura. Só que o ideal é criar faixas em tonalidades diferentes – já que as alterações bruscas poderiam causar uma poluição visual. Concorda?

Anote aí. Se o pé direito da sua cozinha for alto demais, você pode equilibrar as coisas utilizando armários aéreos em tons escuros e balcões na parte de baixo em tons claros. 

Ainda ter armários e balcões numa cor mais clara e, entre estas peças, nichos abertos e prateleiras mais escuras, criando um efeito de profundidade maior. Por fim, combinar balcões com revestimento de piso e parede também faria o ambiente parecer maior.

armários de cores claras criam efeito de profundidade
Foto: Fernanda Azevedo Mancini e GoUp Arquitetura
cozinha planejada em tons escuros
Foto: Isabel Leite Arquitetura e Interiores

Para terminar, podemos falar sobre as medidas dessas peças de ninhos. Olhando os catálogos dos lojistas, percebemos que cada modelo pode ser fabricado em medidas diferentes, principalmente em largura e profundidade. 

Isso facilitaria com que pudéssemos otimizar a área das cozinhas de modo a preservar muito bem a circulação no local. Vamos entender as possibilidades com valores aproximados:

  • Armários aéreos = de 30 a 90 cm de largura e de 35 a 40 cm de profundidade;
  • Balcões = de 40 a 100 cm de largura e de 55 a 60 cm de profundidade;
  • Ilhas = larguras variadas e de 80 a 100 cm de profundidade; 
  • Nicho para geladeira = 70 a 90 cm de largura e 60 a 75 de profundidade;
  • Estante paneleiro = 70 a 80 cm de largura e 30 a 55 cm de profundidade.

Essas dicas de decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.

Leia também:

+ Jardim Vertical: como usar plantas na decoração da varanda

+ Conheça os melhores revestimentos para a cozinha da sua casa

+ Cozinha completa: confira os itens básicos que não podem faltar!

VivaDecora

O Viva Decora reúne as melhores ideias de Decoração, Design de Interiores e Arquitetura em um só lugar.
Entrevistas, artigos, fotos de ambientes reais e projetos de profissionais para inspirar e ajudar as pessoas a criarem o lar dos seus sonhos.
Inspire-se!
Viva Decora é uma iniciativa do portal Viva Real.

Você pode gostar de ler também...