Realize o sonho de comprar um imóvel em 2015
Mercado Imobiliário

Pretende comprar um imóvel em 2015? Saiba como realizar o sonho da casa própria

Se comprar um imóvel está na sua lista de resoluções para 2015, comece a planejar desde já. Algumas etapas devem ser seguidas para garantir uma compra sem dor de cabeça.

Realize o sonho de comprar um imóvel em 2015

Tenha em mente o que quer e o que cabe no bolso

A primeira coisa é pensar em qual tipo de imóvel: Pronto ou lançamento? Casa ou apartamento? Um ou dois banheiros? Uma ou duas vagas na garagem? Tão fundamental quanto saber qual o tipo de imóvel é saber se o preço cabe no bolso. Neste momento, é fundamental colocar tudo no papel e saber qual o valor disponível para entrada e qual o valor da parcela de financiamento cabe bolso. Os simuladores de financiamento ajudam a descobrir o que se encaixa no seu perfil. Lembre-se de comprometer até 30% da renda familiar com o financiamento do imóvel.

Comece a guardar dinheiro

Se ainda não juntou dinheiro, comece a partir de agora. É fundamental dar uma boa entrada para diminuir os juros e o tempo de financiamento.

Siga redes sociais, visite stand e converse com corretores

Através das redes sociais você fica sabendo das novidades e das melhores ofertas do mercado. Comece a seguir as que te interessam. Visite os stands de vendas dos empreendimentos que chamaram sua atenção, se optou por um imóvel pronto agende uma visita com o corretor. Inclusive, esse é o cara que pode tirar todas as suas dúvidas na hora da compra e pode ajudar a encontrar a melhor oferta para o seu perfil.

Observe se os documentos do imóvel estão em dia

Você precisa fazer um levantamento de toda documentação referente ao imóvel. O corretor de imóveis pode ajudar muito e vai poupar seu tempo nessa etapa. É preciso verificar a certidão negativa do imóvel, consultar débitos de IPTU, e se há dividas de condomínio. Os documentos precisam ser emitidos até 30 dias antes de lavrar a escritura.

Reserve um dinheiro para pagar as despesas na hora da compra

É preciso desembolsar uma boa quantia com despesas de impostos, documentos e serviços que oficializam realmente a compra. O custo geralmente é em torno de 6% a 8% do valor da compra.

Você pode gostar de ler também...