Conheça seu bairro

Barra funda: Um bairro completo de infraestrutura

O bairro da Barra Funda, foi criado no começo do século 20, a partir do retalhamento da chácara do Carvalho, propriedade de Antônio da Silva Prado, primeiro prefeito de São Paulo. Apesar de ter repartido as suas terras, separou um pedaço de 100 mil metros quadrados para construir uma casa e criar cavalos puro-sangue.

Foto: Colégio Boni Consili

Projetada e construída pelo italiano Luigi Pucci, o mesmo que desenhou o Museu do Ipiranga, a propriedade tinha até um teatro onde se apresentaram orquestras e companhias dramáticas. Localizada na atual rua Barão de Limeira, 1379, a casa ainda existe, e abriga o colégio Boni Consili.

O progresso do bairro está estreitamente ligado à construção de estradas de ferro para o escoamento da produção do café na cidade. Por conta disso, tornou-se um bairro operário, que abrigava trabalhadores ao longo dos trilhos da ferrovia, que ensacavam as mercadorias produzidas pelas fábricas.

A região sofreu um forte abalo com a crise de 1929, que resultou no fechamento de empresas e na saída de famílias endinheiradas para outros locais. Após há alguns anos, muitas casas deram lugar a estabelecimentos comerciais e prédios de negócios se instalaram nas redondezas.

Cultura

Além disso, a Barra Funda também abriga pontos históricos e passeios culturais que são referências para o paulistano e que fizeram do bairro um lugar consolidado e com potencial de valorização cada vez maior. Conheça os principais:

O Memorial da América Latina foi inaugurado em 1989 e projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Possui um anfiteatro para apresentações, acervo de arte com obras de autores anônimos e área externa com espaço aberto. Sua infraestrutura foi feita para receber constantemente shows, eventos, exposições, reuniões e encontros.

Foto:São Paulo Sem Mesmice

Inaugurado em 1929, o Parque da Água Branca possui opções de atividades para crianças, adultos e idosos. Brinquedoteca, espaço de leitura infantil, parque de diversão permanente, aquário, arena que é utilizada para prática de corridas e caminhadas estão entre os itens.

O espaço ainda oferece cursos de equitação e abriga o Museu Geológico, que expõe minerais, rochas, fósseis, objetos e documentos e antigos.

Foto: Melhores Destinos

Acesso

O morador do bairro conta com diversas vias ao seu redor que facilitam o seu dia a dia, como por exemplo, (a) a avenida Pacaembu que permite rápido acesso à avenida Paulista, referência de escritórios comerciais da cidade de São Paulo, (b) a Marginal Tietê, principal via de ligação entre as zonas Leste e Oeste da Cidade, (c) a avenida Marquês de São Vicente, uma das principais vias da zona Oeste, que proporciona ligação fácil com os bairros de Perdizes, Pompéia e Lapa e (d) a avenida Rudge que se interliga rapidamente com a avenida Rio Branco, uma das principais vias de acesso ao Centro de são Paulo.

Terminal

O terminal Barra Funda é o segundo mais importante e um dos mais utilizados. Ele conta com rodoviária que atende a seis estados das regiões Sudeste, Sul, Leste e Centro-Oeste, linhas de transportes metropolitanos, acesso aos trens da CPTM e a estação Barra Funda do Metrô, que pertence a linha Vermelha e permite conexão fácil com as linhas Azul e Amarela.

Leia mais:

+ Perdizes: Conheça o bairro mais procurado da Zona Oeste

+ Morumbi: Um dos bairros mais desejados de São Paulo

+ Saúde: O bairro que mais cresce em São Paulo

Você pode gostar de ler também...