vantagens de morar perto de metrô
Conheça seu bairro

Morar perto do metrô vale a pena? Pesquisa revela as estações mais caras de São Paulo

Mais de 12 milhões de pessoas vivem dentro dos limites da cidade de São Paulo, a mais populosa do país segundo o IBGE. Vale ressaltar que algumas das cidades mais populosas do estado também estão no entorno da capital paulista, como, por exemplo Guarulhos (1.365.899 habitantes), Santo André (716.109 habitantes), São Bernardo do Campo (833.240 habitantes), Mauá (468.168 habitantes), Osasco (696.850 habitantes), entre outras.

Uma verdadeira multidão se desloca todos os dias por diversas regiões da capital para trabalhar, estudar, entre outros afazeres. Com as grandes distâncias percorridas por esse enorme contingente, o deslocamento diário acaba muitas vezes sendo longo, demorado e estressante.

Não é à toa que as regiões atendidas pelas linhas do Metrô vêm se tornando cada vez mais cobiçadas. Não há dúvidas que essa modalidade de transporte público costuma ser a mais rápida e também mais barata em relação aos custos com deslocamentos com veículo particular. Essa procura por bairros privilegiados pelas estações vem transformando as faixas de preço do mercado imobiliário.

Está cada vez mais caro morar em São Paulo e os valores dos aluguéis variam abruptamente dependendo da região escolhida. Mas ainda assim é fácil encontrar quem prefira investir boa parte do salário para morar próximo ao metrô do que enfrentar uma rotina de transporte diário extenuante.  

A assessora de imprensa Karina Rossi (34 anos) é uma dessas pessoas. “Saí da região da Vila Formosa, na zona leste, onde não havia metrôs próximos e levava duas horas para ir e mais duas horas para voltar do trabalho no Morumbi.  Hoje pago 20% a mais no aluguel na região central, próximo a linha vermelha e amarela. E como estou trabalhando na Faria Lima, levo menos de 25 minutos para me deslocar até lá. Nem se compara, foi um bom investimento”, conta.

Em contrapartida, há quem faça justamente o oposto: “Morar perto do Metrô e do trabalho foi ótimo por um tempo, mas gastar tanto de aluguel em um espaço tão pequeno e sufocante se tornou pesado”, explica a cabeleireira Fernanda Lopes (34 anos), que ainda atende sua clientela na Vila Mariana, mas que recententemente decidiu se mudar com a família para a cidade de Ribeirão Pires. 

“Ali era pequeno demais para duas pessoas e pets, muito barulho, um bairro que não dorme. Ribeirão Pires traz uma tranquilidade maior tanto financeira quanto mental, com um custo de vida que não chega a metade do de São Paulo”. Mesmo gastando  uma hora e vinte minutos para chegar à cidade, Fernanda diz não se arrepender: “Ouvir os pássaros e sentir o cheiro de mato é muito recompensador”.

O que considerar ao escolher morar perto do metrô?

A redução no tempo de deslocamento usando Metrô é incontestável. Outra benesse da presença das linhas metroviárias na região é seu próprio desenvolvimento comercial que atrai lojas e serviços dos mais variados segmentos e até grande empreendimentos como shoppings e centros corporativos.

Os mesmos aspectos positivos dessas regiões podem ser desfavoráveis para outras pessoas. Além do preço elevado no aluguel do imóvel e dos custos básicos de vida nessas localidades, elas também acabam se tornando muito movimentadas, agitadas e barulhentas em comparação aos bairros residenciais mais afastados.

Dentro desses parâmetros, a decisão pela região a se morar é uma escolha muito pessoal. Mas, para quem já está decidido a vivenciar uma vida próxima dos trilhos, o site RadarCupom realizou uma pesquisa com dados recentes que vela os preços médios dos aluguéis próximos a todas as estações de Metrô da cidade de São Paulo. 

De acordo com o estudo, a linha amarela (ViaQuatro) que reúne as estações Pinheiros, Oscar Freire, Faria Lima e Fradique Coutinho desponta com os aluguéis mais caros, chegando até R$4.463,00, seguida da linha verde, com aluguéis que podem chegar aos R$4.605 na estação Clínicas.

Entre os aluguéis mais econômicos se destaca a novata Linha Prata, que liga a linha verde do metrô até São Mateus, na zona leste, com aluguéis médios de R$1470,00, a linha vermelha (aluguel médio de R$1696,00) e pontos específicos da linha lilás da ViaQuatro (média de R$2459,00).  O menor valor médio encontrado na pesquisa foi o aluguel na estação Corinthians-Itaquera, por R$1.148,00.

Consulte aqui a pesquisa completa com todos os valores encontrados linha a linha, estação por estação, e saiba mais sobre quanto custa alugar em São Paulo perto de uma estação de metrô .

Você pode gostar de ler também...