Perspectivas para o mercado imobiliário em 2018

0

O ano de 2018 começa cheio de expectativas para mercado imobiliário brasileiro. Os sinais de que o setor está se recuperando são cada vez mais evidentes, como a queda da inflação, diminuição da taxa de juros, crescimento do PIB e os avanços nos índices de confiança dos empresários e dos consumidores.

Mercado imobiliário

Estes indicadores mostram a recuperação da economia e impactam diretamente o nosso mercado imobiliário. O setor se beneficia muito da confiança do consumidor, pois o giro da economia possibilita crédito e prazos mais longos.

Para quem estava esperando que o valor dos imóveis caísse mais para comprar o seu, agora é um bom momento para fazer negócio. “Provavelmente, já passamos pelo período de mínimo preço”, afirma Eliane Monetti, coordenadora dos cursos de especialização em Real Estate da USP.

“Para 2018, a gente aposta na estabilidade”, concorda Caio Bianchi, vice-presidente de Analitycs do Grupo Zap VivaReal. A diferença em relação aos últimos três anos, diz ele, é que a partir de agora os preços devem, pelo menos, acompanhar a inflação.

Flavio Amary, presidente do Secovi-SP (sindicato da habitação), diz que quem está se programando para comprar a casa própria não deve adiar mais essa decisão.

“Para a pessoa que tem emprego e renda, este é o momento de se antecipar, porque, quando todos fizerem o mesmo, deixará de ser uma oportunidade”, afirma.

Para a aquisição de um bem tão significativo, o mais importante é o planejamento.

Um fenômeno que deve acontecer, segundo Eliane Monetti, é a valorização de imóveis usados com metragem maior e com mais vagas de garagem no miolo dos bairros. “Foram lançados muitos compactos. Então, já percebemos a falta desse tipo de imóvel para um público mais sofisticado”, afirma. Isso em razão das restrições impostas pelo Plano Diretor a esse perfil em novos empreendimentos.

Para 2018, a expectativa é positiva. A previsão é de crescimento e fortalecimento do mercado imobiliário com a estabilização nos preços dos imóveis e a retomada do saldo positivo nas vendas. O setor também está confiante no poder de compra do consumidor.

Portanto, espera-se um ano de crescimento e de bons negócios tanto para os consumidores que desejam comprar imóvel, quanto para as imobiliárias e incorporadoras que precisam vender e investidores que buscam por boas oportunidades.

Fonte: Folha de SP, SP Imóvel e Redação Lopes

 

Leia também:

+ Obrigado por fazer parte do coração da Lopes!

+ Entrevista com Ricardo Bezerra, diretor executivo e sócio da Lopes Immobilis

+ Boas notícias para o Mercado Imobiliário Brasileiro

 





Compartilhe:

Sobre o Autor

Comentários não são permitidos.