Decoração e Paisagismo

Uma galeria de memórias bem na sua sala? Essa e outras ideias de como usar quadros decorativos na sua casa

Qual a impressão que você tem quando olha para uma tela em branco? Essas mesmas sensações nós podemos ter ao entrar em um imóvel de paredes brancas e vazias. 

Por isso que não podemos pensar em decoração de interiores apenas olhando para plantas baixas. Devemos imaginar os cômodos em três dimensões, cogitando armários, revestimentos e como quadros decorativos poderiam preencher a sua verticalidade.

Por falar em quadros decorativos, uma alternativa de alegrar, além de dar mais estilo e personalidade aos ambientes é através da criação de painéis ou galerias de memórias. E o que isso quer dizer? 

Bem, é quando usamos da decoração para expor retratos e outros artigos que remetem às lembranças mais alegres e amorosas da nossa vida, eventos de que nos orgulhamos e sentimos saudades.

Portanto, é um recurso de decoração com três finalidades: preencher paredes, expor as alegrias e contagiar as pessoas com elas. 

Ou seja, uma extensão do próprio estilo de vida adotado pelos moradores e dos visitantes que frequentam a sua casa – mais despojado, mais requintado, ou outro. E uma produção como esta pode envolver a utilização de itens comuns e obras valiosíssimas de artes – às vezes até lado a lado. Saiba mais.

quadros decorativos com fotos em preto e branco
Foto: Casa Cor Mato Grosso

Qual a diferença entre obras-primas e quadros decorativos?

Esta é uma pergunta cuja resposta a é mais difícil de ser construída do que se possa imaginar. Vivemos em um mundo onde um cacho de banana preso à parede, mictório sobre pedestal, e garrafa térmica no canto de sala de museu é considerado como obra de arte. 

Mas o valor que atribuímos aos objetos que decoram a nossa casa difere, pois, neste caso, envolve muitos sentimentos. Enfim, a avaliação é impactada pelos critérios pessoais.

Nesta hora, você deve estar buscando uma razão para esta comparação. Bem, vamos dar. Quer dizer que uma parede de memórias montada em casa pode contar com quadros pintados por artistas famosos e pelos seus filhos. E, neste contexto, ambos os quadros irão desempenhar um papel decorativo. 

Aliás, por incrível que pareça, podem ter o mesmo peso visual nas decorações e, numa análise pessoal, serem classificados de forma igual.

Agora, ao avaliarmos uma decoração sem o conhecimento de autoria de suas obras de artes, podemos utilizar outros critérios. E quais poderiam ser eles? 

A forma como eles ajudam a enfatizar o estilo do ambiente, como acrescentam movimento ou profundidade a certos cenários, como iluminam um recanto estratégico, e mais. Ou seja, como contribuem positivamente para as decorações.

A pergunta que fica é: que tipo de arte é que melhor poderia contribuir para criar a parede de memórias que você imaginava para a sua casa? E, detalhe, são as suas memórias. 

Então, não importa o valor que os outros vão dar para isso, mas o que você e sua família dará sempre que admirar o conjunto. 

composição de quadros de diferentes estilos e tamanhos na parede
Foto: A.M Studio Arquitetura

Será que é possível mesclar peças de diferentes estilos?

Por tudo que dissemos antes, você já pôde concluir que, sim, pode-se mesclar peças diferentes de quadros decorativos em uma mesma parede de memórias. Mas, entenda, que não são apenas peças de valores monetários diferentes. 

Dependendo do caso, podemos agrupar quadros de cores, tamanhos e acabamentos de bordas diferentes. Além disso, quadros cheios, também molduras vazias e esculturas. Tudo são possibilidades.

Aliás, o contraste de peças é bastante valorizado em propostas contemporâneas. Mas é importante destacar que mesclas de itens diferentes não são sinônimo de assimetria.

Podemos jogar com os elementos até encontrar o equilíbrio visual. Existem diversas maneiras de agrupar simetricamente os quadros decorativos – em linha, na vertical ou horizontal. E é interessante fazer um estudo prévio para não errar na hora de instalar pregos e parafusos.

Agora, precisa ter lógica. Imagine colocar um quadro pintado à óleo com moldura larga cheia de entalhes ao lado de um quadro com figura montada com restos de lixo reciclado sem moldura emoldurado por fitas de LED. E quadros ultramodernos em um ambiente decorado com viés clássico. 

Pode fazer sentido isso? Até é possível, mas pouco provável. E não há receita de bolo. Tudo é uma questão de bom senso e bom gosto.

quadros agrupados simetricamente oferecem equilíbrio visual
Foto: Manoela Lustosa da Silva e CSDA arquitetura + decoração
exemplos de aplicação de quadros decorativos com bom gosto
Foto: Revista Viva Decora e Luiz Humberto de Albuquerque
composição de pequenos quadros decorativos na parede
Foto: Maíra Marchió e Revista Viva Decora

Por que e como criar uma parede de lembranças dentro de casa?

Este é o momento de você coletar artigos de sua afeição para criar uma parede de memórias. E que tipo de coisas se enquadra nisso? Lembranças de viagens, heranças de família, registros de eventos e mais. 

Em se tratando de quadros decorativos, vale as fotografias, gravuras, pôsteres, pinturas em tela, placas entalhadas, colagens, plantas vivas, folhas e cocares emoldurados, e mais.

Agrupamentos de quadros assim podem preencher paredes de diversos ambientes e até virar importantes pontos focais. Por exemplo, com grande proporções, em extensões de corredores e sobre sofás de salas, mesas de jantar, cabeceira de camas, e mais. 

Em menores proporções, em halls de entrada, cantinhos de leitura, cozinhas, banheiros e lavabos. 

E aqui vai mais recomendações. Para áreas molhadas, pode-se proteger e as obras com vidro anti-embaçante ou camada vinílica e molduras – se de madeira – com verniz impermeabilizante. 

Já para salas de TV ou zonas próximas de luminárias e janelas, sob influência de reflexos, deve-se utilizar, quando preciso, proteção de vidro anti-reflexo. E sabe aquela moldura branca entre a obra e a moldura? É para destacar a figura no centro.

galeria de memórias com quadros posicionados em linha
Foto: Triplex Arquitetura
galeria de quadros com temática geométrica
Foto: Antônio Ferreira Junior e Mário Celso Bernardes
composição de quadros com ilustrações em quarto
Foto: Antônio Ferreira Junior e Mário Celso Bernardes

Pronto para montar uma parede de memórias na sua casa? Vale a pena começar esse projeto!

Essas dicas de decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.

Leia também:

+ Saiba como explorar os espaços de apartamentos compactos

+ Gallery wall: como colocar quadros na parede

VivaDecora

O Viva Decora reúne as melhores ideias de Decoração, Design de Interiores e Arquitetura em um só lugar.
Entrevistas, artigos, fotos de ambientes reais e projetos de profissionais para inspirar e ajudar as pessoas a criarem o lar dos seus sonhos.
Inspire-se!
Viva Decora é uma iniciativa do portal Viva Real.

Você pode gostar de ler também...