Afinal, acompanhar ou não as notícias do mercado imobiliário?

0

notícias do mercado imobiliário

O setor imobiliário não passou imune à tormenta que atingiu o Brasil nos últimos anos. A violenta recessão econômica, aliada a uma instabilidade política poucas vezes vista, resultou no encolhimento dos investimentos em todos os setores, incluindo o de imóveis.

E, como é comum em momentos de crise, os analistas dedicaram-se a avaliar o tamanho do buraco e a projetar quando e como se daria a recuperação do país. E as notícias do mercado imobiliário indicavam um cenário sombrio, de poucos negócios.

Mas o que é possível concluir diante da enxurrada de previsões desalentadoras? Bem, a primeira conclusão é que, aparentemente, o pior já passou. E a segunda, e talvez a mais importante conclusão, é que a atitude mais desastrosa que pode tomar diante de uma projeção pessimista é se entregar e cruzar os braços.

Por esses motivos, listamos algumas dicas para que você possa lidar de maneira otimista com as notícias do mercado imobiliário. Acompanhe!

Luz no fim do túnel

Sim, foram dois anos de retração, mas o final de 2017 surge com uma esperança de melhoria. Pouco a pouco, nossa economia dá sinais (ainda tímidos) de recuperação.

O desemprego segue muito elevado, mas já acumula alguns meses de estabilidade, com crescimento do número de vagas. Da mesma forma o PIB, que mede o crescimento da economia, registrou índice positivo de 0,2% no segundo trimestre do ano. Pode parecer pouco, mas é um resultado muito melhor do que o esperado e indica que o país pode estar no rumo certo.

Outro indicador muito importante para o mercado imobiliário e que também dá sinais de melhoria é a taxa de juros. A partir dela se consolida a oferta de crédito, indispensável para reaquecer o mercado de imóveis.

No início de setembro, o Banco Central baixou a taxa básica de juros, a Selic, para 8,25% — a menor em quatro anos. Alguns bancos já anunciaram que repassarão a queda às suas linhas de crédito. Isso significa financiamento mais barato aos clientes.

Hora de trabalhar

É claro que esses ainda são os primeiros passos em um longo caminho que temos para a recuperação plena — e cruzar os braços e esperar a tormenta passar não é uma opção.

Por isso, acompanhar as notícias do mercado imobiliário é importante para traçar suas estratégias e identificar oportunidades. Mas não se deixe levar pelo pessimismo, pois, com certeza, isso vai prejudicar seu desempenho.

Aposta no mercado

Não se pode negar que o mercado de imóveis tem algumas características que o fragilizam nos momentos de crise. A dificuldade de obter crédito, por exemplo, é um grande complicador. Sem financiamento, o setor praticamente para. E, como o desemprego segue alto, há menos gente com renda disponível para dar um passo importante como a aquisição de um imóvel.

Foco na recuperação

Por outro lado, o setor imobiliário é um dos que se recupera mais rapidamente após as crises, e dificilmente um imóvel se desvaloriza. Para os investidores mais conservadores, esse é sempre um mercado seguro.

Resumindo: há diferentes formas de interpretar as notícias do mercado imobiliário. Elas podem ser uma barreira para os seus negócios ou um guia para novas oportunidades e mais vendas. Qual delas você pretende seguir?

Você achou este post importante para o seu trabalho? Que tal compartilhá-lo em suas redes sociais e, assim, elevar o ânimo dos seus colegas de profissão?

 

Leia também:

+ Boas notícias para o Mercado Imobiliário Brasileiro

+ Já pensou simular seu financiamento imobiliário em instantes?

+ Saiba quais os documentos necessários para contratar um financiamento de imóvel

 





Compartilhe:

Sobre o Autor

A única empresa especializada em consultoria de financiamento imobiliário do país. Conheça todos os benefícios e veja o porquê de fazer o financiamento do seu imóvel com a CrediPronto.

Comentários não são permitidos.