Pet Saúde e Bem-Estar

Como mudar de imóveis sem estressar os animais de estimação

A mudança de imóveis é um momento de muita reflexão e atenção, seja ao alugar ou comprar um domicílio. Existem muitas providências a serem tomadas, objetos a serem embalados e guardados, documentos para assinar. Uma infinidade de detalhes para conseguir enfim desfrutar do novo lar. No entanto, apesar de toda a correria, quem tem animais de estimação não pode se esquecer deles.

Assim como os humanos, os pets também sofrem com a agitação e a mudança para um novo lar. Existem casos de stress em cães e gatos causados por esse período e devemos proteger os bichinhos de toda a agitação.

Confira algumas dicas para mudar e garantir o bem-estar dos animais de estimação.

animais de estimação

Mantenha a rotina

Nos dias anteriores à mudança e após a troca de casa, mantenha a rotina do seu pet, mesmo com todos seus afazeres. Se você costuma passear ou brincar com ele. Organize seu dia para não eliminar esses momentos antes e depois da mudança.

Leve-o para conhecer o novo lar

Animais de estimação, especialmente algumas raças de cães e gatos, são territorialistas. Eles reconhecem a casa como seu domínio e costumam estranhar lugares novos. Por isso, antes de mudar de casa, leve o bichinho no imóvel e deixe-o cheirar e se esfregar nas paredes e chão.

Não lave os brinquedos e cama

Quando nos mudamos, tendemos a lavar e limpar tudo que será transportado para o novo lar. No entanto, os animais podem estranhar ainda mais a casa se sua cama e brinquedos estiverem sem o seu cheiro característico. Lave os objetos depois que eles se acostumarem com o local.

Rações e outros petiscos

Caso a mudança seja para uma localidade muito distante. Vale a pena fazer um estoque prévio da ração e dos petiscos que seu animal está acostumado. Trocar a alimentação pode ser difícil para o bichinho e não é conveniente aliar as duas coisas ao mesmo tempo.

O grande dia

Mesmo animais acostumados com pessoas diferentes e agitação podem estranhar o momento da mudança. Com a grande movimentação nas duas casas, procure deixá-lo com alguém de confiança. Que já tenha intimidade com o bichinho ou em um hotel para animais no dia da mudança.

Usando a mudança como brincadeira

Nos primeiros dias no novo lar, é comum ainda não termos organizado tudo e nem conseguir muito tempo para brincar com o pet. Por isso, esconda brinquedinhos e “prêmios”, como petiscos, entre os móveis e as caixas. Assim, além de distrair o cão ou gato, ele já consegue começar a reconhecer o novo espaço.

Cuidados extras com felinos

Os gatos, por natureza, são territorialistas e podem demorar a se acostumar com o novo lar. Mesmo que seu felino tenha sido criado sem o costume de “sair de casa”. Tome ainda mais cuidado com janelas e portas abertas logo após a mudança, pois eles podem tentar “voltar à antiga casa”.

Antes de escolher o imóvel

Quando estiver analisando os imóveis disponíveis e que tenha interesse, leve em consideração seu pet. Se o intuito for alugar uma casa ou apartamento, vale verificar se o local tem telas de proteção, se o proprietário permitirá a instalação (em caso negativo). Quem arcará com os custos e se o tamanho do domicílio é pertinente aos animais.
Mudar de casa é um passo importante e trabalhoso na vida de cada um e pode ser um momento complicado para os animais de estimação, que não entendem o evento como um adulto. Por isso, não descuide do seu pet e verá que a adaptação pode ser mais divertida e fácil do que você imagina. Tem mais alguma dica para os pets? Conte para a gente nos comentários!

VivaDecora

O Viva Decora reúne as melhores ideias de Decoração, Design de Interiores e Arquitetura em um só lugar.
Entrevistas, artigos, fotos de ambientes reais e projetos de profissionais para inspirar e ajudar as pessoas a criarem o lar dos seus sonhos.
Inspire-se!
Viva Decora é uma iniciativa do portal Viva Real.

Você pode gostar de ler também...